Sun, 07/05/2020 - 15:01

A Lenda do Negão da Sapoteira

Desenho: Cleuter Tenazor Tananta, do Livro “Tabatinga e suas Lendas”

Quando Tabatinga era apenas uma vila, onde atualmente se situam o Correios e a Construbrás, em frente à Escola Estadual Pedro Teixeira existia um grande seringal. A atual rua Coronel Berg era somente um caminho por onde passavam moradores e alunos, indo em direção a seus trabalhos ou à escola.

Nesse seringal existia uma enorme seringueira. Nele também aparecia um negão alto que atacava os pedestres, principalmente os estudantes que se dirigiam à Escola Estadual Duque de Caxias. Com medo de serem atacados, formavam pequenos grupos.

De fato, no antigo seringal existia uma casa e nela morava um senhor negro de quase dois metros de altura que cuidava daquele local. Após sua morte, seu espírito vagava pelo seringal, assustando e atacando as pessoas que por ali passavam. Alguns moradores tentaram fazer uma armadilha para apanhá-lo, mas não conseguiram, pois o mesmo não tinha hora para aparecer. Quando menos esperavam, surgia por detrás da enorme seringueira, e desaparecia.
Recordam os antigos, que um dia esse local guardou mistérios e medos. Atualmente, encontram-se apenas construções, mas o mistério continua ainda na mente dos moradores do lugar.

Texto retirado do livro “Tabatinga e suas Lendas”, de Maria Auxiliadora Coelho Pinto e Cleuter Tenazor Tananta, 2011

Fonte consultada /bocasenoticias.blogspot.com/

Likes

  • Likes 0
  • Compartelo en:
    advertising